Baía da Traição e Marcação recebem 100% de vacinas contra Covid-19 para primeira dose e comissão decide interromper envio de novas remessas

0
216

A Comissão Intergestores Bipartite da Paraíba aprovou a interrupção no envio de doses de vacinas contra a Covid-19 para os municípios de Baía da Traição e Marcação, por terem sido contemplados com 100% das doses necessárias para a vacinação de sua população adulta tendo já vacinado 95% com a primeira dose. Ou seja, os dois municípios já têm doses D1 suficientes para vacinar todas as pessoas acima de 18 anos contra a infecção causada pelo novo coronavírus.

A decisão foi publicada na edição da última quarta-feira (23) do Diário Oficial do Estado (DOE). A definição leva em consideração que “a estimativa populacional de todos os grupos, enviada pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), está superestimada para os municípios de Baía da Traição e Marcação, com um total de 6.486 doses e 7.343 doses, respectivamente.”

Também foi pontuado que “as doses (D1) já foram enviadas aos municípios de Baía da Traição (6.316 doses) e Marcação (7.198 doses), seguindo a população estimada pelo PNI”.

Devido à projeção, a Secretaria de Estado da Saúde decidiu pela suspensão do envio de novas doses aos municípios. A Comissão Intergestores Bipartite aguardará avaliação do estoque de doses existentes nos dois municípios para definição do quantitativo de segundas doses que deverá ser enviado para fechamento de esquemas vacinais.

O secretário da Saúde de Baía da Traição, Aluízio Lorena, confirmou que o município concluiu a vacinação dos adultos com a 1ª dose na ultima terça-feira (22). O público estimado pelo Ministério da Saúde é de 6.089 pessoas já imunizadas com a primeira dose e segundo ele, 2.553 pessoas aguardam pela 2ª dose.

Baía da Traição, agora pretende vacinar quem tem casa de veraneio na cidade. Esse foi o primeiro município da Paraíba a vacinar a população com 18 anos ou mais.

“Agora estamos com uma busca ativa para identificar os retardatários, aqueles que no início se recusaram a tomar a vacina, mas que vendo a eficácia do imunizante, decidiram tomar a vacina nesse momento. Como Baía da Traição é uma cidade essencialmente turística, as casas de veraneio, desde o início da pandemia, estão sendo usadas como primeira residência, e esses residentes não estão no cadastro do Ministério da Saúde”, declarou o secretário de saúde Aluízio José de Lorena.

O resultado da busca ativa será entregue ao Governo do Estado para que seja discutida a possibilidade de incluir esse público na vacinação contra a Covid-19.

A Cidade de Marcação recebeu o selo de cidade vacinada após se a primeira cidade a atingir 100% da imunização contra Covid-19 em sua população adulta seguido por Baía da Traição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comenta ai
Seu nome aqui