Festival deve reunir mais de 3,5 mil profissionais do turismo nacional e internacional

2
167
Anúncio

A 8ª edição do Festival JPA (Festival do Turismo de João Pessoa) será realizada nos dias 19 e 20 de outubro, no Centro de Convenções, e deve reunir mais de 3.500 profissionais ligados ao setor de viagens e turismo do Brasil e de outros países. O evento busca promover a integração do setor e contará com mais de 200 estandes, fóruns, capacitações, palestras, além de eventos paralelos ligados a área.

Nesta terça-feira (28), o governador Ricardo Coutinho se reuniu, na Granja Santana, com os organizadores do Festival JPA e reforçou o apoio do Governo do Estado ao evento. “O Festival JPA já é realizado há muitos anos e hoje está consolidado, fazendo parte do calendário de eventos do setor turístico nacional. O Governo do Estado sempre incentiva a realização deste Festival, que reúne importantes nomes do turismo”, disse o governador.

Para a presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Ruth Avelino, esse evento é importante, porque atrai para o Centro de Convenções diversos expositores e agentes de viagens, chamando a atenção do Brasil para o Estado. “Durante dois dias, os envolvidos no evento mostram os seus produtos, ocupam a rede hoteleira, conhecem nossa culinária e outros atrativos do turismo paraibano. Esse Festival está crescendo muito e este ano promete ser ainda mais movimentado”, ressaltou.

De acordo com o diretor comercial do Festival JPA, Cláudio Júnior, além da rodada de negócios da feira, haverá um fórum corporativo, no qual um dos temas discutirá as conexões dos voos entre as capitais do Nordeste. “Também teremos 13 salas de capacitações com diferentes assuntos, tudo voltado para qualificar o profissional do turismo. Esperamos que mais de 3.500 pessoas participem do evento”, falou.

Fonte: Secom-PB

Anúncio

2 COMENTÁRIOS

  1. Esse é um evento B2B, voltado apenas para profissionais e empresas do ramo, não é aberta ao público.

    Ano passado critiquei muito a gestão da cidade da BT, por não marcar presença nesse importante evento.

    Foram alguns indígenas caracterizados e dividiram espaço no estande de uma revista especializada em turismo. Ao invés da BT ser protagonistas foi figurante.

    Os representantes da Sec. de Turismos da BT, não tinham um banner, um folder, nem ao menos um cartão de visitas. Foram ao evento apenas para tirarem fotos e aparecerem nas redes sociais.

    Será que esse ano a cidade da BT vai ter ao menos um estande pequeno?

    • Olá Cleber,
      Esses eventos B2B ajuda no fortalecimento e promoção do turismo e Paraíba tem um forte potencial neste setor. No que diz a respeito à cidade de Baía da Traição, no meu ponto de vista, tem todos os aspectos para o desenvolvimento socio-economico no segmentação do Turismo Sustentável, comunitário e até mesmo de experiência e convivência, lembre-se que BT esta localizada em uma Reserva Nacional Indigena, as dos Potiguarenses, que é considerada o “Último refúgio dos Potiguaras”. Como vê meu caro Cleber, potencial BT tem, esperamos que a administração local se concientize dessa capacidade e faça que o turismo seja desenvolvido de modo sustentável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comenta ai
Seu nome aqui